segunda-feira, 7 de maio de 2012

Uma pequena alteração



Por motivos que certamente compreenderão decidi adiar o lançamento do meu último livro AQUILO EM QUE EU ACREDITO para o dia 28 de Maio próximo. Será como antes na FNAC do Chiado e à mesma hora, ou seja 18:30.
A data não é gloriosa, mas foi a única disponível...

HSC

25 comentários:

Anónimo disse...

"Querida" Helena, não resisti a deixar-lhe aqui este meu comentário... Em primeiro lugar quero lhe enviar as minhas condolências pelo falecimento do seu filho Miguel, homem que admirava bastante.
Em segundo, para lhe dizer que vi a sua entrevista com o Daniel Oliveira, e devo dizer-lhe que a senhora é uma inspiração para uma jovem como eu, com 34 anos. Bem haja e que assim continue.

Maria João Carvalho

Anónimo disse...

Já tenho, foi-me oferecido pelo meu irmão em 20 de Abril e já li. Adorei, como sempre, e recomendo a toda a gente mais esta obra duma Senhora, que "nunca deixa de sorrir". Uma lição de vida.
Um grande abraço.
Teresa B.M.

CF disse...

O meu filho ofereceu-mo ontem, sob as mãos da avó :) Todos compreenderão o adiamento, tenho isso por certo. Que corra bem, desejo desde já.

Anónimo disse...

Boa Tarde,

Queria aqui confessar que já o tenho.... oferecido pela minha filha (pela mão do Pai)no dia da Mãe...

A escolha não podia ter sido melhor!

Num momento difícil pelo qual estou a passar, o seu livro está a ajudar-me a relativizar o que afinal não tem assim tanta importância e usufruir do que de bom a vida tem... enquanto se pode!

Não consigo transmitir-lhe por palavras(e muito menos por escrito), o quanto a sua partilha tem sido importante para mim, pelo exemplo da sua vida, pela sua família, pelo seu espírito positivo...

Quem me dera poder estar neste lançamento e pedir-lhe de viva voz o seu autógrafo, mas não vai dar... não creio que vá estar por Santarém em nenhum lançamento...

Quem sabe um dia!

Muito obrigada
Mónica Mendonça

Isto e aquilo disse...

Este ainda não li, porque estou a acabar de ler "Nós de Amor".
É um livro fantástico!
A Helena é uma mulher forte e decidida, inteligente e bem humorada, que todos admiramos.
É impossível ficar-lhe indiferente, como é impossível resistir à sua gargalhada contagiante...
Da Helena conhecia apenas algumas crónicas soltas. E agora descobri-a como autora. Estou a gostar muito! Este é um livro que fala de sentimentos e de afectos, do amor em sentido lato, de situações que de alguma maneira já todos vivemos, sem vergonha(s) de expor a intimidade e o mais fundo de nós. Não sei (nem me interessa) se o que se conta ali foi ou não vivido por quem o escreveu. Este é um livro que fala do que há de mais importante na vida: o amor!
"Aquilo em que acredito" será certamente um livro diferente, mas estou certa que também marcado pela sua fortíssima impressão digital. Dou-lhe os parabéns antecipadamente, Helena, (pelos livros e por tudo o resto) e espero no dia 28 poder ir dar-lhe um abraço.
Isabel Mouzinho

Maria Lessa disse...

Ainda não tenho este último (diria o mais recente, até porque espero ler muitos mais!) livro da Helena. Raramente me "enamoro" por um título de um livro. Prefiro parar um momento e ler algumas passagens que me levam à aquisição ou não. O título deste livro seduz-me pela positiva, como forma de, pelos olhos de alguém, ver a vida de forma diferente e nas abordagens que ela nos permite. Desejo-lhe o maior sucesso para este e para os próximos. Por mim, resta-me comprá-lo e lê-lo com a atenção que merece e que desde sempre me cativa.
No dia que vier ao Porto, quiçá fazer a sua apresentação, lá estarei.
Tudo de bom.
M

Maggie disse...

Eu ofereci-o ontem à minha mãe, com uma dedicatória sua, que escreveu no sábado, óptimo dia de Feira do Livro, onde oferecia a cada pedido de autógrafo esse inigualável sorriso (ainda e apesar de tudo). Comoveu-me, porque só lhe disse que era para a minha mãe e disse o nome dela e a Helena (permita-me que a trate pelo nome, esse nome de grandes mulheres) fez-lhe a dedicatória do Dia da Mãe. Muito obrigada pela amabilidade, pelo sorriso, pelos seus livros e por ser uma Mulher de força imensa! Permita-me ainda que lhe deixe um beijinho.

MeiaTaça disse...

Dra. Helena, já li o seu livro e gostei muito.Pode continuar a escrever :)! É um exemplo. Quando não estou no trabalho também procuro ouvir o que diz no programa da manhã.

Cumprimentos e muita força!

Uma miúda de 25 anos

Soledade Silva disse...

Vi a entrevista com o Daniel Oliveira onde a Dra Helena é mais uma vez absolutamente FABULOSA!!A Senhora é um exemplo para todas as mulheres,para mim há já muitos anos que a considero um ídolo, com o qual eu gostaria de me parecer!Admiro-a muito Dra Helena.Bem haja por ser como é,pela Família que construiu e pelo bem que faz a quem a ouve ou a lê!

Isabel Seixas disse...

Oh, claro que vou lê-lo e saborear mais uma vez o privilégio de ter privado Consigo.
Abraço

Anónimo disse...

E eu quando for grande e tenho já 50 anos , gostava de ser como a Senhora .Realmente há pessoas que vêm a este mundo e sem saber ajudam tanto ,mas tanto os outros .
Bem haja

Anónimo disse...

A minha filha este ano não me ofereceu nada material no dia da mãe, mas como ela disse oferece-me carinho todos os dias. temos de viver todos os dias como dia da mãe, certo? não interessa só um... já dei o lamiré ao pai (maridão) que gostava de ler o seu livro, veremos se a mensagem chegou lá. nós mulheres gostamos de mandar as mensagens em código e ficamos pior que estragadas quando eles não percebem.
Acabei de ver a sua entrevista ao Daniel Oliveira, não é a sua primeira entrevista que vejo, mas é sempre com agrado que as vejo.
O minuto 8 do excerto que está no facebook, tocou-me, porque não sinto isso como filha, mas tentarei que a minha filha o sinta.
Adorei quase no final: "tento ensinar o valor das coisas e não o seu preço"
O Miguel certamente gostará de saber que continua com a sua vida e com a garra que a caracteriza.
Um bem haja de uma anónima que muito a admira.
Ana Gonçalves

Anónimo disse...

Boa tarde

Comprei este seu livro e ofereci-o à minha Mãe, no passado domingo. Antecipei a empatia com esses seus pensamentos, a partilha de valores semelhantes, o percorrer dessa colina dulcíssima onde se diz as verdades sem o espinho ou a pedra. E tive razão. Sei que esse domingo foi adoçicado com a leitura das suas palavras. Tanto que me pediu uma dedicatória sua, desejo que não conhecia à minha Mãe. Digo Mãe, também porque a sei Mãe. Inteira e intensa. Como inteiro e intenso, íntegro e sábio, sonhador e homem é o Miguel. Não era, é. Porque o espírito do Miguel continua(rá) vivo.

Com os meus cumprimentos

Von

Anónimo disse...

Helena,

:), acabei de ver a entrevista que passou no dia da mãe, com Daniel Oliveira, confesso que fiquei emocionada e encantada, de facto é uma mulher superior, obrigada por partilhar connosco um bocadinho da sua luz, bom no mundo existirem pessoas como a Helena, fica tudo melhor e mais bonito.

:)*, DulceB.

Maria Nunes disse...

já tenho este livro e já o li :-) e, como dos anteriores livros seus que li, também gostei muito deste.
é sempre um prazer ler os seus textos, quer nos blogues, quer em livro(s).

um grande abraço e um muito obrigada pelo que nos transmite, por "se partilhar" connosco.

Maria disse...

Helena querida:
Já tenho o livro, já o li, gostei muito.
Se eu conseguir, lá estarei, com os livros debaixo do braço, para ter uma palavrinha sua.
Beijinhos
Maria

Leninha Sá Pombares disse...

Queria deixar-lhe o meu beijinho.
Vi hoje a sua entrevista no programa Alta Definição, adorei.
Sem dúvida admiro-a.
Quando "for grande" quero ser como você :)

Helena Sá Pombares

Inês Pedrosa disse...

Todas as datas são gloriosas para te abraçar e celebrar a tua escrita,a tua força, a tua lucides querida Helena. Lá estarei. Beijo, Inês

DD disse...

Estou a planear ir ao lançamento. Espero que nada obste á minha vontade.
Já que não consegui ir à Feira do Livro...

Pinky disse...

Vi que este seu último livro está no nº1 do Top dos mais vendidos não ficção da FNAC! Fico muito satisfeita por saber, visto que sou grande admiradora sua e acho que é completamente merecido!

IsAug disse...

Admiro a mulher que e e a mae que sempre sera. A energia da sua entrevista com o Daniel Oliveira e contagiante. Irei ouvi-la com a minha filha de 16 anos, e depois com o meu filho de 21. Licoes de vida que transcedem genero. Obrigada!

Isabel disse...

Comprei-o hoje.
Não posso lá estar.
Um dia há-de autografar-me todos os que tenho.
A admiração da sua leitora
Isabel

Anónimo disse...

Já estive com o livro na mão e folhe-ei algumas páginas. Por casualidade e com a vivência de 57 anos, nada de anormal me apercebi que iria acontecer. É que tudo já aconteceu. Desde a história da ASAE à história do professor Sobrinho Simões, na página 231/232, nada me espanta. Força doutora e que os seus registos continuem em força.

Nelinha disse...

Uma amiga que sabe a minha admiração pelas suas palavras (e ela prória sua admiradora) ofereceu-mo pelo meu aniversário. Fiquei feliz... a senhora é uma inspiração para todas as mulheres.

Costumo dizer que há algumas pessoas com quem eu gostaria de falar nem que fosse uma vez na vida... A senhora é uma delas!!!

Obrigada por partilhar connosco os seus pensamentos.

Isabel Dias disse...

Helena era também o nome de outra grande mulher....a minha mãe, que infelizmente perdi com 23 anos e de quem tantas saudades tenho. A falta que me faz o seu colo e o seu incondicional amor, não sei... parece que a minha infância parou ali.

Sou mãe de dois pequenos, o Miguel e o Gonçalo e tento arduamente e tantas vezes contra muitos, incutir-lhes valores que os meus pais me transmitiram e que escasseiam cada vez mais, nesta "chamada sociedade moderna".

Tenho conhecimento como a generalidade dos portugueses, do seu trabalho. Mas....sinceramente as suas palavras emocionaram-me e lembram-me a minha mãe.

Não sei se poderei estar na Fnac, mas vou com certeza ler o seu livro " Aquilo em que eu acredito".

Força, neste momento doloroso!!!!

Saúde!

Isabel