terça-feira, 11 de outubro de 2011

Nobel da Economia

São dois americanos a ganhá-lo. Ambos professores universitários e com idade que ronda os 68 anos. Chamam-se Christopher Sims e Thomas Sargent.
A Academia Real das Ciências da Suécia, que criou o prémio, anunciou nesta segunda-feira que os 10 milhões de coroas suecas (1,5 milhão de dólares) seriam entregues em reconhecimento à "pesquisa empírica sobre a causa e o efeito na macroeconomia" e disse que o trabalho realizado pelos dois economistas criava uma base para a análise macro-económica moderna.
De uma forma muito grosseira, o trabalho destes investigadores permite afirmar que se a política influencia a economia, também esta influencia a primeira.
Face à crise que enfrentamos, gostaria muito de perceber, como cada um deles encara a chance de sairmos dela.

HSC

4 comentários:

Paulo de Abreu e Lima disse...

Cara Helena,

Essa mesma pergunta foi feita a um deles, Thomas Sargent, e a resposta foi qualquer coisa como "Bom, é uma resposta muito complicada de dar"... Pois é, às vezes esquecemo-nos que nós [os economistas] estamos perante uma ciência humana. Consequentemente nada exacta! Algumas vezes os meus amigos "chateiam-me" perguntando porque nós não previmos estas crises. A um deles (médico) pergunto-lhe o mesmo e a outro (filósofo) se ainda não se fartou de fazer tantas perguntas!

Anónimo disse...

Pesquisa empírica !!! Essa é boa !!
E deu direito a Nobel e tudo !

Eu também sou pesquisador empirico e do alto da minha empírica sabedoria vejo que num país que o que produz é de baixo valor e de alto valor o que consome , a bancarrota é o destino. Acrescentando a isso ,também vejo que com tanto buraco financeiro a velocidade da queda é maior!!! O fenómeno é muito semelhante aos poços de ar !! Os aviões também descem muito rapido quando os atravessam!!!

Que tal este empirismo ?? Hein!

Luis Bento disse...

Apesar de trocolento e irónico concordo em absoluto com o comentário do anónimo. Produzimos rolhas, plásticos e vinho do porto e importamos carros, telemóveis e IPAD's. Criou-se um vício consumista no povo e a ilusão de que tudo estava bem. Destruímos os meios de produção e passámos a serviçais dos interesses estrangeiros, perdemos valores, honra, moral e cultura e agora querem solução? Vá lá explicar a um portuga daqueles que bebe umas mines de dedo mindinho espetado que grita a plenos pulmões pelo Benfica no seu mísero sorriso precário que, mais facilmente estoira dez ordenados num blackbarry do que num tratamento dentário se acha que temos solução....Não temos! Apesar do meu discurso pouco ortodoxo, aqui e ali pinceldo de laivos esquerdistas, revejo-me na cartilha da livre iniciativa e da propriedade individual. O colectivo serviu para criar ódio aos ricos e pavor aos pobres. A mentalidade tuga mantém-se desde o Viriato: Brutos, ignorantes, aguerridos, piada fácil, comer, beber, assentar uns tabefes na mulher para mostrar quem manda e "prontos"... Não, não temos solução e não precisamos de um Nobel para nos dizer isso. Basta atentar aos comentários na imprensa ao discurso do António Barreto...Oslicenciados dos mil euros, coitadinhos, não perceberam que um bancário "normal" leva uma vida de trabalho de 20 anos para poder ganhar 2 mil eur...e os coitadinhos queriam, logo em início de carreira, ganhar isso! Não, não é com esta matéria-prima (ou enteada ou madrasta) que vamos lá. E a o Nobel e os economistas e o povo, em geral, sabe isso...

Anónimo disse...

Trocolente e irónico !! Só!!

Eu tb concordo consigo, Luis , mas só em parte! Porque o povo que passa os dias nos cafés não pode ser responsabilizado! Pois eles não têm nada para fazer e não têm doutoramentos nem lugar na politica!
A bancarrota dos estados europeus e também dos USA e Japão foram concebidas engenhosamente no espaço e no tempo para acontecerem, e não foram produzidas por anónimos em cafés !!!
Toda a legislação foi engenhosamente aprovada para o colapso!
A governação é feita através do binómio Crise versus SOlução ! Eles já têm uma solução para a crise, só que não a divulgam , porque assim perderiam o controlo da situação !

A solução que eles têm para nos enfiar pela cabeça abaixo é uma nova moeda global e soluções colectivistas com perda de direitos, regalias dos povos europeus! Sobretudo estes !

Toda a produção industrial foi transferida para os paises superpovoados. Esses paises , China, India e Brasil , sobretudo, irão ter um papel muito importante na criação de uma nova moeda. E ai os portuguesinhos e os outros coitados , vêem o seu património desvalorizar 90% de um dia para o outro.
Todas as politicas e quadros legislativos emanam da ONU que será o governo global que trará a solução !!
Mas antes vamos mamar com uma guerra fomentada por motivos religiosos ( arabesversusJudeus) para tornar as coisas mais fáceis para a globalização!!!