terça-feira, 21 de junho de 2011

Às vezes, não consigo


Hoje como devem calcular, uma boa mãe, deveria estar agarrada à televisão a lobrigar a tomada de posse do seu infante mais novo. Sim, porque estar fisicamente presente em tal cerimónia não faz parte dos meus hábitos. Se não aprecio que os filhos estejam na política, ridículo seria que me lá fosse apresentar para a foto do abraço...
Também nunca puz pés na sede de um partido e creio poder dizer que jamais o farei. Não tenho vocação. Assim, para nos apanharem a todos, juntos, só à má fila, porque eu sou uma leoa e afasto tudo o que seja fotógrafo.
Mas, dizia eu, deveria, pelo menos ter conseguido ver tudo. Pois bem. Não vi nada. É que quando ouvi o meu apelido ser pronunciado naquela casa - ao contrário de todo o mundo, os meus filhos só usam o nome do pai, tendo-se felizmente evaporado o da mãe - senti uma tal surpresa que precisei de me refazer e fui tomar ar para o terraço. Quando voltei, ops ... já só vi a mulher do Primeiro Ministro. Finalizei bem, portanto.
Estou cheia de sentimentos de culpa, mas já me lembrei que o meu querido Pai, lá em cima, titular do meu apelido e advogado muito pouco dado a ideologias, esse, deve ter ficado a rir-se de mim como só ele sabia!
Ou seja, ainda não foi desta que me apanharam neste tipo de celebrações. Nem sequer através dos meios tecnológicos. É mesmo incapacidade minha, ou então, quem sabe, é porque começou hoje o Verão. Deve ter sido isso!

HSC

22 comentários:

carlos disse...

Perdoar-me-á a ousadia, mas a Senhora é demasiado bela para ter o atrevimento de se escusar a uma objectiva.
Ver o seu sorriso torna-nos, a todos, mais felizes.
Muito obrigado

rosaamarela disse...

Com esssa alegria de viver e vitalidade irá à investidura no neto/a.

parabéns!!!

Gaivota Maria disse...

Parabéns pela sua postura e obrigada por ter emprestado o seu infante mais novo ao país. Deus o ajude e a si que lhe continue a dar essa coragem que teima em não perder.

Anónimo disse...

se eu fosse mãe de um ministro...ia à tomada de posse....chorava uma pouco....batia-palmas bem fortes quando mencionacem o nome dele ... abraçava o filho....dava entrevista na televisão demonstrado o meu orgulho..... e se necessário envergonhava o meu filho chmado-o pelo diminuitivo....Paulinho ou coisa assim...~


Mãe é mãe

Parabens ao Paulinho e espero que faça um bom trabalho...ele e os outros.

erva doce

Helena Sacadura Cabral disse...

Ai! Erva doce só seu comentário me faria rir tanto. Está a ver os títulos no dia seguinte? Dou uma achega:
" A mãe do Ministro dos Negócios Estrangeiros não cabia em si de contente. Foi emocionante o abraço entre os dois.
Mas o que pensará, o que sentirá o outro filho, cujo partido teve um desaire tão grande?"
Tinhamos logo ali notícia de 1ª página...
Não minha querida erva doce. A verdadeira diplomata, creia, sou eu!

Helena Sacadura Cabral disse...

Caro Carlos
Muito obrigada pelo elogio. Mas eu tenho espelhos em cas e uma dose gigantesca de bom senso!

Fada do bosque disse...

Pois... tem aqui uma leitora que muito pensa no infante Miguel que é também merecedor de tudo o que é bom! Fez muito bem ser diplomata e antes de tudo, uma mãe exemplar! Um abraço para si e para o Miguel, que é uma pessoa espectacular e antes de tudo, de coragem! :)

Anónimo disse...

Seja então feita a Sua vontade
Abraço
Isabel seixas

Anónimo disse...

Parabens Dr.ª Helena. É de certeza um orgulho.

Anónimo disse...

Cara Helena,

Já tinha dito aqui, há umas semanas, que o seu infante mais novo ia ser meu ministro...

Para mim, é S.Exa no MNE e "infante mais novo" no blog da mãe. Viva a democracia do "fio de prumo"!:)

Isabel BP

Mommy Kiki disse...

O que me ri com este seu post! Sentido de humor e humildade incríveis! Deve estar muito orgulhosa do seu filho! Eu estou!!! E adoro, quando a minha filha de dois anos fica doida quando vê o "Ti Pálinho" na televisão! :)))

Mar disse...

Mas minha Senhora, nem pela televisao??
Isso ee mesmo visceral.
Os tempos mudam, se calhar seu Pai haveria de ter um secretozinho orgulho no neto,e se nao pelo cargo, decerto pela postura. Se pensavam que iam arranjar um par de muletas para caminhar, olhem la a postura do Paulo! Tiro-lhe o chapeu!
Na politica e na vida quer-se gente com............
Abracos

Tété disse...

Querida Helena,
Felicitações à mãe pela postura coerente, aliás como sempre.
Felicitações aos filhos porque em qualquer dos casos temos de louvar a coragem, persistência e dedicação.
Abraços

carlos disse...

Estimada Dra. Helena, é também o seu bom senso que a faz mais bela.
E, evidentemente, a sua decisão foi a mais sensata e adequada.
Quando me referia a objectivas fotográficas não estava a pensar, necessariamente, nas dos incomodativos repórteres.
Não me leve a mal a ousadia do que pode ser entendido como "piropo". Não o é, realmente. É apenas a opinião sincera de um cidadão anónimo, mais novo que qualquer um dos seus filhos, bem casado e pai de dois filhos.
Permita-me reiterar a admiração que nutro pela Dra. Helena.
Bem haja!

Helena Oneto disse...

Querida Helena,
Os seus filhos estão de parabéns pela mãe que têm.
Um grande abraço de parabéns à mãe!

Anónimo disse...

Querida Helena,
Só para lhe deixar um beijo de parabéns e muita sorte para as novas e importantes funções que agora o seu filho Paulo vai iniciar.
E lá no fundo, no fundo faço ideia de quão orgulhosa está dele mas entendo bem a seu recolhimento.
Um abraço,
Benedita

Anónimo disse...

Se fosse eu, também faria como a «erva doce» (rsrsrs), certamente por eu não ter tido nunca nenhuma experiência mediática.
Compreendo, perfeitamente, a sua determinação em se resguardar destes acontecimentos. Entre outras muitíssimas qualidades, julgo ser esta sua atitude o que contribui também para ser muito respeitada, à esquerda e à direita.
Também acredito que a situação não é nada fácil...ouvir certas coisas deve ser, por vezes, doloroso.
Mas naquele momento deve ter-lhe apetecido dar um forte abraço cheio de emoção!
Paula Felgar

Anónimo disse...

A Helena é mãe e avó,em primeiro, foi uma piada com o objectivo de fazer ver que o amor/orgulho de mãe nada têm a ver com politica.

Há quase uma ano atrás( ultimo dia de julho/primeiro de Agosto) ia de viagem com a minha filha e ouvia uma entrevista sua na rádio....e o que me cativou foi a sua naturalidade com que falava dos seus....


Um abraço

erva doce

Helena Sacadura Cabral disse...

Meus queridos comentadores, muito obrigada pelos parabéns aos meus filhos. Um e outro portaram-se bem. Ambos lutaram pelo que acreditam. O Miguel saíu da direcção. Fez bem. O Paulo aceitou um cargo difícil pelo qual se bateu. Fez o que devia.
Mas acreditam que os parabéns não são só para mim. São para ser divididos com esse homem excelente que é o Pai deles.
Todos os dias agradeço a Deus ter-me proporcionado essa dádiva!

Helena Sacadura Cabral disse...

Estimado Carlos
Depois de saber a idade que tem, o seu elogio ainda tem mais valor! Bem haja!

ARPires disse...

São bonitas as palavras, mais ainda, quando carregam tantos e tão bons sentimentos...

Julia Macias-Valet disse...

Cara Helena, ando bloguisticamente falando MUITO atrasada...e é claro por causa dos meus filhos...uff que azafama os fins de anos lectivos : exames, matriculas, presidência da associaçao de pais, festas de fim de ano, organização de férias et j'en passe...
Adoro a sua atitude relativamente a este assunto :)
Que tenham todos o maior sucesso porque o nosso pais merece.
Fiquei particularmente feliz com a nomeaçao também de um Paulo a ministro...o Moita Macedo, meu amigo de juventude ;)