sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

Ele há dias frutuosos

Ando a queixar-me há uma semana por ainda estar aqui em Portugal. Devia estar em França. Mas o dever de votar aqui me reteve.
Mas Deus compensa quem cumpre, dizem. Penso que Ele às vezes também se esquece, mas...quem sou eu para discutir o Pai?
Como fui então compensada? De forma original. Primeiro, conheci em carne e osso, uma das minhas queridas comentadoras, a Isabel Seixas ( deixo os títulos para trás, porque na net felizmente não se usam), que tendo vindo à capital, me desafiou. E eu que gosto de desafios dei-lhe troco. Foi um encontro delicioso e o retrato que fazia dela, correspondeu exactamente ao que encontrei. Bingo!
Segundo, fui receber hoje o prémio que a revista Lux atribuiu às mulheres que em 2010 se destacaram em diversa áreas. Foram treze as escolhidas pelo público que votou, de entre as trinta e nove que um juri seleccionou. A mim coube-me a literatura.
Fiquei contente porque se tratou da eleição de quem me lê e não da escolha dos intelectuais da terra, para quem certamente eu nem sequer existo. E como eu escrevo para quem gosta de me ler, estou muito grata pela distinção concedida.
Chegarei, assim, a Domingo com dois activos no registo. Só me falta...votar em consciência. E, confesso, este ano estive quase para ser inconsciente!

HSC

16 comentários:

Mommy Kiki disse...

Antes de mais, Muitos Parabéns!!! Deve ser delicioso ver o nosso trabalho reconhecido por aqueles para quem é feito! :)
A ideia da emigaração tem pairado na minha cabeça... Talvez na de todos os Portugueses... Mas ver que a Helena, economista de mão cheia, pensa no mesmo... Fico um pouco assustada! Pelos vistos isto por aqui não vai ter remédio tão cedo! Será que o país vai ficar às moscas? Se assim for, não vejo por onde vão conseguir pôr esta economia a andar para a frente e o bicho (leia-se crise) a andar daqui para fora!!!

Margarida disse...

:)))
Já sabia! em primeiríssima mão (melhor, ouvido!) e antecipadamente!
A nossa Isabel colocou-me a par dos seus planos..., e ainda há pouco, mal saída do avião, já me fazia inveja com o almoço supimpa que desfrutou com a minha Milady!
Sortudas! ;)
E muitos parabéns pelo prémio!
Afinal, o nosso optimista-mor sempre tem alguma razão e o novo ano começa bem...
Hmmmm...
:))))

Anónimo disse...

Tenho grande consideração pela nossa poetisa e comentadora Isabel Seixas! Escreve os seus comentários com alma, o que poucos fazem.
P.Rufino

Anónimo disse...

"Foi um encontro delicioso"(HSC:2011)

Subscrevo a reciprocidade, de tal forma que consegui saciar as minhas papilas gustativas e prescindir do jantar, o meu fatinho do dia seguinte bem agradeceu...

Mas há lá melhor nutriente que uma boa conversa, bem e as revelações...
Hum!... Ponha delicia Nisso...

Apesar de não ter votado(sou sincera)confesso que me congratulo também pelo Seu prémio e corroboro a intenção de ter acrescentado fluidos positivos...

Abraço
Isabel Seixas

MO disse...

Felicito-a mas, se me permite acrescento, que mais vale ser reconhecido pelos paroquianos, do que por certos doutores da Igreja...
Também irei votar em consciência. Por isso, hoje, dia de reflexão, fui direito a «Ela», arejei-a q.b., observei-a o melhor que pude, dei-lhe lustro, et voilá, amanhã cedinho, aqui bem pertinho de minha casa, é só pegar na esfergráfica e fazer um X, onde «Ela» me ordenar...
E como votar, para mim, foi sempre dia de festa, depois irei almoçar fora, um belo «Cozido à Portuguesa», bem regado, acima de tudo, para não me arrepender da asneira que fiz, lá mais para as 9 da noite.
Então aí poderei dizer: Votei errado, mas comi melhor...!!!
Cumprimentos
MO

Mariana disse...

Afinal neste país de loucos ainda há bom senso e faz-se justiça!!!

pedro oliveira disse...

Parabéns, Helena (deixo, também, os títulos académicos para "traz").
Pena é que a capa da Lux que nos mostra seja tão pouco solidária com as personalidades femininas.
1 - Cristiano Ronaldo muda as fraldas, ok, e quem foi a mãe heróica que carregou aquela criança, sentindo-se enjoada, triste, alegre, feliz, abençoada, um corpo que se modificava e uma alma plena, o êxtase da felicidade na hora do parto, um pai que rouba/compra o filho à mãe pode ser bom com os pés mas péssimo de coração e alma.
2. O rosto calmo e sereno de Joana, a linda médica de Cantanhede, a quem um ogre citadino, apagou o sorriso que a embelezava.
3. Margarida Rebelo Pinto termina namoro de dois anos... sim? Namorava sozinha? Não deveria ser qualquer coisa como: Margarida e Romeu, ou Margarida e Pedro ou Margarida e Abelardo terminam namoro de dois anos?
Reitero-lhe os parabéns, que bom é ser-se premiada nesse (por esse) tipo de revistas.

Helena Sacadura Cabral disse...

Meu caro Pedro
Tudo o que diz é verdade.E di-lo com um humor bem mordaz. Parabéns, porque isso, hoje, entre nós, é raro. E, claro, não duvido que a sua vida profissional se situe a um nível bem acima do meu.
Eu até podia ter apenas publicado a tira das personalidades e o título da revista. Não o fiz por decisão própria. Para que se não julgasse que considerava o prémio menor. E, também, porque não pretendo ser mais do que aquilo que sou, ou seja, não me envergonho nada de ter sido "aquela revista", a Lux, a promover este tipo de prémio. Fiquei tão contente como se fosse o Expresso, o Público, ou a Monocle.
A Lux teve a ideia de premiar o trabalho de certas mulheres, tendo servido, assim, de nosso agente.Ótimo.
Os seus leitores foram os votantes. Ótimo, uma vez mais. Se eu tiver, de algum modo, ajudado alguém a ler um livro, a dedicar-se à leitura, fico muito satisfeita, porque isso talvez seja melhor do que ver programas como o Eixo do Mal, onde peroram quatro intelectuais que nos pretendem ensinar a pensar...
Não sou melhor nem pior do que as pessoas que fazem a Lux. Quando muito serei, talvez, diferente.
Mas sou agradecida a quem ajuda a divulgar o meu trabalho, que continuo a fazer com muito gosto, quando até já tinha idade e direito a descansar...

Helena Sacadura Cabral disse...

Meu caro Pedro Oliveira esqueci-me de agradecer a correcção à gralha ortográfica que cometi entre verbo e preposição. Ele há dias frutuosos...mas com erros. Bem haja! Vê porque é que é a Lux a atribuir-me o prémio?!

TERESA SANTOS disse...

Apenas uma palavra: PARABÉNS!
Prémios mais do que merecidos.

pedro oliveira disse...

Ora, ora, estraga-me com mimos.
A minha vida profissional é do melhor que há, todos os dias movimento dinheiro (muito dinheiro) sou um recebedor/dador de papel moeda.
Esqueça a questão do erro ortográfico, o s e z ficam lado a lado no teclado, percebi, perfeitamente, que era uma gralha e não um erro.
Quanto à qualidade das revistas tipo «Lux» sou céptico mas concordo consigo quando diz:
«Se eu tiver, de algum modo, ajudado alguém a ler um livro, a dedicar-se à leitura, fico muito satisfeita, porque isso talvez seja melhor do que ver programas como o Eixo do Mal, onde peroram quatro intelectuais que nos pretendem ensinar a pensar...»
Quanto à idade e direito a descansar, não descanse ou melhor, descanse, activamente (como até aqui) sou professor voluntário numa universidade sénior e em cada aula, os «meus meninos» (entre os cinquenta e os setenta e muitos anos) me surpreendem, pela energia, pelo humor, pela vontade de fazer... pelo prazer de viverem.

Anónimo disse...

Oh!Agora Helena
(Com toda a Alma que o P. Rufino Me atribui, e espero jamais defraudar)

Como me congratulo de a conhecer, e parabenizo qualquer revista pela inteligência de a reconhecer...

Abraço Amigo cheiinho de carinho
Isabel Seixas

António R. disse...

Uma semana em cheio pelos vistos. Dois bons prémios...qual deles o melhor.
Gostei particularmente da sua referência ao "deixar os títulos para trás" só mesmo cá em Portugal é que ainda se vão usando. E essa frase "E como eu escrevo para quem gosta de me ler" demonstra o seu grande respeito e carinho pelos seus leitores.
Obrigado por existir e ser como é.

Anónimo disse...

Cara Helena,

Muitos parabéns.

Ainda não li o seu livro porque estou há espera que a minha mãe termine, mas sei que está a gostar muito.

Isabel BP

Julia Macias-Valet disse...

Isto de estar no estrangeiro tem destas coisas : das treze premiadas so "conheço" três e de geraçoes diferentes : a Joana Vasconcelos, a Alexandra Lencastre e a simpatica autora deste blog para a qual envio os meus sinceros parabéns : )
Cyber b'jokas.

Helena Sacadura Cabral disse...

A todos o meu agradecimento.
Julia, olhe que conhecer "essas" três já é um feito...
:-))