domingo, 19 de dezembro de 2010

Coitado!

Estas eram as empolgantes afirmações de Sócrates, há dez anos, numa entrevista concedida ao DNa. Numa rigorosa previsão do que poderia ser a vida de um PM em Portugal, o então jovem prometedor socialista renegava o seu actual retrato. Que, posteriormente, a História confirmou.
Lembrei-me disto porque um dos meus infantes também disse, com 18 anos, algo de parecido. Estou, assim, à vontade para me rir. Deles. Das promessas. Dos políticos. E de nós, que, graças a Deus, não acreditamos.
Talvez seja por este tipo de afirmações - totalmente desnecessárias -, que o exercício do poder me interessa tão pouco. E que, julgo, terão levado muitos portugueses à abstenção. A qual, ou me engano muito, ou será a vencedora das próximas eleições presidenciais. Das que se seguirão, será apenas uma questão de curto espaço de tempo!

HSC

10 comentários:

J Torres disse...

Pois lá diz o ditado: "Nunca digas, desta água não beberei!..."

Ältere Leute disse...

Mudam-se os tempos... E na nossa idade já vimos muita coisa! E, depois, há sempre "o interesse público", "o servir o país", bla, bla,... que ajudam a acalmar a consciência de ter vindo a fazer o que se disse que não se faria...

António R. disse...

Coitados é de nós. Com os políticos que temos a HSC não se pode enganar, a abstenção ganha de certeza.

Maria, Simplesmente disse...

Não há dúvida que o tempo e a ambição modifica muita gente.

Gaivota Maria disse...

Isto é o que se designa por um indivíduo estruturalmente mentiroso. Aceitou o "preço" de ministro e pelos vistos gostou

Anónimo disse...

Cuidado, pois Alijó é uma excelente terra e o seu Concelho tem gente boa! O mesmo se aplica à Covilhã, terra de minha adorável avó materna (Guilhermina, de seu nome).
Quanto à História, no caso, eu escreveria "história". Mas enfim, seja!
P.Rufino

(c) P.A.S. disse...

O problema, cara amiga, é que ao longo destes dez anos a sua aprendizagem faz-nos e fez-nos pagar bem caro!

Helena Sacadura Cabral disse...

Meu caro P. Rufino
Metade de mim é beirã. Das bandas de Celorico e Mangualde. Tudo gente boa.
Como, aliás, a outra metade alentejana, de Beja.
Tenho muito orgulho de pertencer a ambos os costados.
Por vezes há quem desatine. Talvez devessem ter nascido noutro país. Era um favor que nos faziam!

Anónimo disse...

Pois, pois, caríssima Drª HSC, como eu a entendo! Já me fez rir hoje!
P.Rufino

Julia Macias-Valet disse...

Ora aqui esta mais uma vez a diferença entre ter MEMORIA ou UMA VAGA IDEIA...

E depois, como uma pessoa que tem muitas idéias...mesmo que vagas, é IDIOTA. Estamos na presença do bom exemplo : )))