quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

A minha amiga Rita

A minha amiga Rita Ferro faz anos, hoje, sexta feira. Quando pretendo explicar a alguém o que nos une, não sei fazê-lo. Fico sempre embaralhada porque as minhas respostas, as minhas razões são, afinal, uma parca aproximação do laço que nos une.
A Rita tem um coração imenso. Em tudo, é uma mulher transbordante. No amor como na amizade. Dotada de um espírito crítico fortíssimo, sobre si e sobre os outros, é o humor que melhor serve as análises que faz. Vivíssima, brilhante na pena, feroz na defesa daquilo em que acredita, o saldo da sua vida, garanto-vos, é abundantemente positivo. É das mulheres mais cultas e fascinantes que conheço e de cada vez que estou com ela, mais nítido se torna este facto.
Não somos da mesma geração, não pensamos da mesma forma, não funcionamos com os mesmos relógios, não moramos perto, nem sempre apreciamos as mesmas coisas, mas conseguimos a proeza de gostar muitíssimo uma da outra. E, surpresa, até temos amigos comuns, que não disputamos, porque são tão bons que chegam amplamente para as duas.
Como diz o anúncio, se eu não tivesse conhecido a minha querida amiga Rita Ferro, vivia com certeza. Mas não seria certamente a mesma coisa!
Parabéns, amiga!
HSC

12 comentários:

Margarida disse...

O que se pode dizer de uma declaração de amor destas?
Que é contagiante na luz?
Que provoca um resquiciozinho pequininho de um nadinha de nada de inveja?
:)
É muito gratificante saber que existem realmente amores assim.
Mais nada.
E muitos parabéns!
Às duas.
:)

Anónimo disse...

Querida Maggie: é um amor tão cego, este que temos uma pela outra, que a Helena extravasa dizendo de mim coisas que melhor se aplicariam a uma Sophia ou a uma Yourcenar ou melhor: a ela própria. Não acredite em metade, porque ela é tão generosa que é das poucas mulheres em Portugal - sempre tão pouco solidárias umas com as outras - que gosta e cultiva o hábito de promover os outros, sobretudo com ofícios iguais ou semelhantes - isso então, digo-lhe: é raríssimo! Acredite, sim, nisto que lhe digo: a Helena é uma GRANDE, ENORME MULHER e a Maggie é inteligente porque está aqui e o compreendeu. Obrigada pelos sempre reconfortantes «Parabéns»! Que doçura (também) tão rara...

(Quanto a ti, muito minha Helena querida, só te peço uma coisa: nunca te atrevas a morrer antes de mim: ficaria desempregada.)

Rita Ferro

http://actofalhado.blogs.sapo.pt/

Borboleta disse...

As amizades verdadeiras não se explicam. Sentem-se!
Parabéns pelo aniversário e, sobretudo, pela amizade!

Anónimo disse...

Obrigada, Borboleta. E leve-me consigooooooooooo............

(Rita Ferro)

Helena Sacadura Cabral disse...

Rita minha querida
Depois de te ver ontém no esplendoroso jantar dado pela Carol, no qual tive a alegria imensa de participar, entre os teus amigos, os teus filhos - excelentes, ambos -, só posso confirmar o que no post digo de ti.
Continuas, amiga, a surpreender-me, sempre, pela positiva e a nunca poder dar por encerrado o retrato que tento fazer de ti!

Anónimo disse...

Pára, Helena, ou ainda mudo de orientação sexual!

Rita

cat disse...

helena,se há coisas que lhe invejo é ter esse previlegio de conhecer a rita ferro e mais serem amigas.Sempre aspirei,ha muitos anos,conhecer ambas pessoalmente,mas nunca tive a ocasião e o previlegio,Há pessoas com quem nos identificamos tanto que precisamos de ir a um mais alem.Alguma me quer dar o prazer dessa oportunidade?Dez minutos do vosso precioso tempo?Fantastico...
P.S.nada disto tem a ver com orientaçao sexual eheheh,que está ágraças a deus no sitio certo,eheheh!

cat disse...

sou completamente fã de ambas,helena e rita.Como eu gostaria de vos conhecer pessoalmente,mas nunca tive essa oportunidade.Será que posso ter essa ambição?Dez minutos do vosso precioso tempo?Vou ter esperança!Vivo em lisboa e quem sabe!Olhem,tento...

Helena Sacadura Cabral disse...

Cat um dia fazemos-lhe uma surpresa!

Anónimo disse...

Isso mesmo, Cat, um dia fazemos-lhe uma surpresa! Deixe um link com a sua cara. É senhora ou cavalheiro? Não gosto de «blind dates» - e se me sai uma gata verdadeira? Ou um tigre da Malásia ou da Sibéria? Compreenda a minha posição... e ria-se, estava a brincar consigo! Um abraço enternecido da Rita Ferro

cat disse...

helena,cá fico a espera desse dia.Mandem-me mail na vespera por favor,ja que acho muito atrevimento estar a deixar o meu contacto telefonico.Um beijo e obrigada.Ja agora um esclarecimento.Escrevi 2 posts seguidos,pk não tenho mta pratica disto e achei k o primeiro se tinha evaporado na www...
catarina

cat disse...

ai rita eu não sei mandar fotos em links,sou mais domestica,mas sou cavalheira e cavaleira,tenho mais de meio seculo e dizem que tenho "beaux restes".É mais ou menos este o retrato.Um abraço para si também.Catarina