terça-feira, 26 de janeiro de 2010

Parcerias

Leio que o governo inscreveu nas Grandes Opções do Plano - GOP - a criação de uma estrutura para fazer o acompanhamento das Parcerias Publico Privadas - as PPP - e que estas ultrapassam os cinquenta e um mil milhões até 2017. Se assim é, e num raciocínio simplista, atendendo ao número de anos que nos separam daquela data, os compromissos já contratualizados através das ditas parcerias, rondariam os 8 mil milhões de euros anuais.
Confesso que aquele total me impressiona porque ele representa uma parte significativa da riqueza nacional e eu não estou muito segura de que estes compromissos não representem um endividamento muito para além daquela data.
Serei eu que pertenço - e não me dei conta - àquele grupo de catastrofistas a que o PM se refere sempre, ou será Sócrates que julga que vai continuar à frente do governo pelo menos mais uma dezena de anos?
Começo a duvidar da Universidade onde tirei o curso, do ano em que o terminei, ou até se serei economista. Isto está mesmo a fazer-me muito mal. É que já não posso reconverter-me.
Sou capaz de me inscrever nas Novas Oportunidades, onde não só me reciclarei como até poderei ter um Magalhães.
Ainda bem que o meu neto mais velho optou por Arquitectura. Como economista não tinha futuro!

HSC

2 comentários:

Fada do bosque disse...

Pois Querida Helena...
Quem não é catastrofista, com uma panorâmica nacional tão alucinogénea?
Mói, mói, mói, e uma pessoa começa a pensar que está doida, ou seja, não mata mas aleija!!
Isto parece um filme de terror, de ficção científica!

Fada do bosque disse...

Saindo da economia e entrando na informação, Helena, veja como vivemos uma irrealidade prodigiosa... para os "tubarões", claro! que governam a Europa, neste site:

http://altohama.blogspot.com/2010/01/prostibulos-das-ocidentais-praias.html