domingo, 13 de setembro de 2009

Na rua...

Acabou a minha tranquilidade. Volto amanhã ao trabalho televisivo. Logo, a ter de ligar os aparelhos e a ler os jornais.
Comecei hoje, mas apenas ao jantar. Porque, antes, fui ver o Almodovar e as suas Mulheres. Não sendo o seu melhor filme tem dez minutos finais de loucura, completamente divinos. Devia, claro, lá ter ficado para sessões contínuas.
Porque não há alternativa. Retomou-se a gritaria, as jantaradas, as camisas suadas, o ataque a tudo que não seja o partido do próprio, enfim, o nosso Portugal no seu melhor.
Que fazer? Aguentar e não entrar em depressão...Mas que é difícil, lá isso é, porque quer os oradores, quer os conteúdos, estão ao nível da mais mediocre telenovela mexicana. E estou a ser simpática!
H.S.C

4 comentários:

papoila disse...

Ainda por cima além de os vermos todos suados e exaltados podia dar-se o caso de os vermos inspirados e cheios de vontade de nos esclarecerem...mas não!
Eu tiro o som e só quando a "coisa" me parece civilizada é que lhes dou o benefício da dúvida.
É tudo tão mau que só pode melhorar!

Adoro o Almodovar.
Fiquei muito curiosa com os tais 10m!
XX

Anónimo disse...

Querida Dra Leninha aproveito este espaço para lhe perguntar se já leu a carta que lhe enviei para o seu facebook. Gostaria muito de ter uma resposta sua.
Com toda a estima
Olga Brito Nogueira

olgabritonogueira@hotmail.com

Helena Sacadura Cabral disse...

Cara Olga, prometo ir ao Face amanhã ou depois. De seguida respondo.

Abraço da Helena

Fada do bosque disse...

Esqueceram-se, foi de tornar os debates democráticos e inserir o resto dos partidos que existem, que quase ninguém sabe, mas são dez!
Estes debates são sempre os mesmos desde o 25 de Abril e realmente as pessoas ficam cansadas de ver sempre os mesmos e as mesmas acusações, agora pergunto, isto é democracia?!
Ouvi mais verdades ontem, nos "Prós E Contras" com esses dez partidos, que em todas as campanhas destes últimos 30 anos.
Mas a bem da estabilidade, esses são partidos de 2ª escolha, quase são escondidos pelos Media e é exactamente essa a ideia, que os donos dos Media querem passar... os pequenos não prestam! Têm conseguido e de que maneira!

Abraço