quarta-feira, 1 de julho de 2009

Pedido original

Pode gostar-se ou não de Sarkozy. Mas deve-se estar atento ao que ele faz.
Face ao problema do endividamento francês - não somos só nós - resolveu, ao invés de outros que aumentam os impostos, pedir dinheiro emprestado aos cidadãos, num plano que irá concretizar-se em 2010.
Claro que o empréstimo não será obrigatório, porque isso seria o mesmo do que lançar uma taxa e dirige-se, sobretudo, aos detentores de maiores rendimentos.
Por seu lado, o Primeiro Ministro, François Fillon, inteligente, decidiu pedir à esquerda sugestões para determinar quais os sectores onde devem começar os cortes na despesa pública.
E se por cá começassemos a copiar alguma coisa?

H.S.C

3 comentários:

Margarida Pereira disse...

Duas ideias que cintilam.
Mas cá só chegam os brilhos que convém...

Anónimo disse...

Sim senhor, tiro o chapéu aos dois! E então essa de pedir à esquerda sugestões, como as que refere, é obra!
P.Rufino

JoãoG disse...

A do François Fillon é brilhante. Quanto ao Plano Sarkosy não o conheço em pormenor, mas irei me informar.